Histórico


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 Aqueta
 Aqueta - Tomo II


 
Poemas e Poesias - Tomo I


O Tempo

Nós ainda somos como éramos antes?

Não me sinto mais seguro no cais,

Sinto perigos constantes,

E já não sei mais.


Nós mudamos?

O tempo nos afastou?

Ou os mesmos continuamos,

E a impressão é o que me enganou?


O

que fazer

agora, que a vida

continua lá fora,

sem se importar

com as badaladas

do relógio aqui

dentro, que ou-

vimos e não per-

cebemos?

O

tem-

po

não

pa-

ra

quan-

do se

quer, con-

tinuam as ba-

daladas no

que der e

vier.

 



Escrito por aquetinha-2 às 18h35
[] [envie esta mensagem] [ ]



Ano Novo

 

Mais um ano já se passou,
cheio de surpresas,
mas para a maioria o que ficou
foi uma gigantesca tristeza.

Ano de muitas perdas,
coisas que nos fizeram chorar,
mas é preciso esquecê-las,
nos levantar e para trás não olhar.

Agora que o ano acabou,
gostaria de dizer a vocês,
obrigado por tudo que a gente passou
nesse ano de 2016.



Escrito por aquetinha-2 às 16h57
[] [envie esta mensagem] [ ]



Em Memória de Carrie Fischer

Para alguns só mais uma perda,
mas para muitos, como eu,
a sensação é de extrema tristeza;
escrevo enquanto choro sobre aquela que recentemente morreu

Lá se foi um pedaço do meu coração,
se foi junto com ela,
aquela que muitos lembrarão
como a memorável Princesa Leia

Agora deixamos o nosso adeus
a uma das melhores atrizes de todas,
sinto a dor de quem perdeu
uma das mais importantes pessoas.



Escrito por aquetinha-2 às 23h39
[] [envie esta mensagem] [ ]



Natal

Cá estamos mais uma vez,
no dia do nascimento do Rei dos Reis,
todos contentes a celebrar
esta data quando a paz há de reinar

Hoje, amigos, celebremos,
hinos de louvor cantemos
àquele que nasceu em Belém
e morreu para o nosso bem

Feliz Natal para todos,
paz para aqueles poucos
que são chamados de homens de boa vontade,
que em suas vidas reine a felicidade.



Escrito por aquetinha-2 às 00h00
[] [envie esta mensagem] [ ]



Bom, como vocês já viram tá difícil de postar... peço desculpas, mas volto a postar assim que puder.



Escrito por aquetinha-2 às 12h37
[] [envie esta mensagem] [ ]



Dedicado à Loucura

Vejo que algo te leva à loucura;
diga-me o quê;
estava aqui em minha lura
quando ouvi falar de você

Pode ser uma fantasia,
só minha imaginação;
seria uma verdade fria
receber tal revelação

Aqui estão minhas palavras,
ainda sem inspiração;
minha sorte foi que me achara,
trazendo-me de volta a minha noção



Escrito por aquetinha-2 às 19h27
[] [envie esta mensagem] [ ]



Tenho que avisar que hoje não vou postar um poema. Não vou dar desculpa, eu só não consegui mesmo, não tive criatividade suficiente, mas continuem acompanhando, vamos ver se amanhã eu consigo alguma coisa



Escrito por aquetinha-2 às 23h01
[] [envie esta mensagem] [ ]



Fim da Vida

Cheguei ao fim da vida,
não atingi meu objetivo,
que era, na tristeza ou na alegria,
estar sempre contigo

Hoje eu me despeço
deste mundo tão lindo,
que sabe em outro unverso
meu alvo eu esteja atingindo

Talvez ainda nos vejamos,
anseio para que isso aconteça,
mas você está demorando,
e temo que não apareça

Agradeço por tudo,
e saiba que ainda sinto-me seguro,
obrigado por me aturar,
por todo esse tempo me tolerar

Não gosto de finais,
mas sempre há algo a mais,
e ao invés de um adeus,
te digo até mais



Escrito por aquetinha-2 às 23h25
[] [envie esta mensagem] [ ]



Reflexo

Esse espelho reflete o que sinto,
e através de sua imagem
vejo que estou quase sorrindo,
como se estivesse enxergando uma miragem

O que ele me mostra é lindo,
uma expressão de alegria,
que até mim vem vindo
e rapidamente me contagia

Me sinto tão contente,
tão feliz por estar aqui,
que abro um sorriso e sigo em frente;
como é bom estar perto de ti



Escrito por aquetinha-2 às 22h58
[] [envie esta mensagem] [ ]



Fim do Amor

Sinto tudo se esvaindo
com um zumbido fininho,
como o ar vaza de um balão,
mas isto está saindo do meu coração

É o fim do amor,
para muitos a razão de viver,
agora se eu me for,
quem haverá de sofrer?

E vós rindo do meu sofrimento,
deste terrível momento,
vou dizer-vos, pois,
quão sádicos sois!



Escrito por aquetinha-2 às 16h04
[] [envie esta mensagem] [ ]



Agora que tá complicando de novo, voltemos a um poema por dia, né? Rindo a toa



Escrito por aquetinha-2 às 22h39
[] [envie esta mensagem] [ ]



Tentar Até Não Mais Poder

Estou sem inspiração...
hora de parar?
talvez sim,
talvez não

Com certeza vou me esforçar,
a vida é feita de tentar,
procuro uma maneira de me expressar
sem uma impressão de repetição causar

Não pretendo parar agora,
ainda está muito cedo,
mas encontrar inspiração sem demora
não está tão fácil quanto já foi outrora

O que vou fazer é tentar,
e tentar até não mais poder,
seja por falta de criatividade ou mal-estar,
ou até mesmo se eu vier a morrer







Cada vez mais difícil postar sem ser repetitivo...  mas eu vou parar? nananinanão, meu amigo! Não agora, pelo menos...



Escrito por aquetinha-2 às 13h20
[] [envie esta mensagem] [ ]



Amor

Me coloquei em perigo,
não consigo encontrar abrigo
que me proteja daquela emoção
que faz bater mais forte o coração

O mundo está mais claro,
a verdade brilha em minha frente,
e para contemplá-la eu paro,
que bela e agradável semente

Já não ligo mais para nada,
de tudo me esqueci,
pela minha amada
eu sempre hei de estar aqui



Escrito por aquetinha-2 às 21h12
[] [envie esta mensagem] [ ]



Dono dos Gritos

Está tudo tão difícil,
é como se eu ouvisse gritos,
e eles dizem que está tudo errado
em um grande e forte brado

O que devo fazer?
Ignorar e continuar a viver?
Talvez eu deva escutá-los,
e talvez a viver com eles eu esteja fadado

Eles não param,
e sinto grande incômodo
parece que me caçaram
e acharam o que deveria ser seu dono

Agora eu apenas desisto,
de conviver com isso terei,
com estes horríveis gritos,
que encontraram seu rei



Escrito por aquetinha-2 às 13h27
[] [envie esta mensagem] [ ]



Tristeza no Coração

Uma imensa tristeza
preenche o meu coração,
ela vem sem sutileza
e não me larga não

Como fluem as palavras na cabeça do poeta,
flui essa tristeza dentro de mim,
assim nada mais resta
de um sentimento que não seja ruim

Sinto um grande aperto,
e já não ligo mais,
desse meu pesadelo
não acordarei jamais



Escrito por aquetinha-2 às 21h54
[] [envie esta mensagem] [ ]




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]